Skip to main content

Piracicaba foi a 6ª no ranking estadual de exportação em 2012

BALANÇO Exportações de Piracicaba alcançaram R$ 2,33 bilhões no ano passado

As exportações de Piracicaba alcançaram US$ 2,33 bilhões no acumulado de 2012, segundo dados divulgados ontem pelo Mdic (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior). O montante ficou 3,5% acima do registrado no ano anterior, de US$ 2,25 bilhões. Com o resultado, o município encerrou o ano na 19ª colocação no ranking nacional e em sexto lugar entre os maiores exportadores do Estado. JPA160113-008P.QXD

Quanto às importações, foram registrados US$ 1,96 bilhão por empresas de Piracicaba, um aumento de 18,8% em comparação com o total importado de janeiro a dezembro de 2011, de US$ 1,65 bilhão. Com as exportações superando as compras locais, o município acumulou superávit na balança comercial, de US$ 364,5 milhões no ano passado. Ainda assim, o saldo ficou 33,1% abaixo do saldo verificado no mesmo período de 2011, de US$ 544,9 milhões.

Em dezembro, o total embarcado pela cidade foi de US$ 147,97 milhões, queda de 13,25% em relação ao mês anterior e de 29,6% sobre o mesmo período de 2011. Do lado das importações, foram US$ 123,51 milhões, 22,35% a menos que em novembro e uma retração de 23,4% frente a dezembro do ano passado.

NOVO — De acordo com o professor de relações internacionais Cristiano Morini, os investimentos feitos pela montadora sul-coreana Hyundai e seus fornecedores em Piracicaba caracterizaram um novo ciclo de desenvolvimento da cidade, até então marcada por negócios nos setores de bens de capital (máquinas e equipamentos), siderurgia e papel. “O ano de 2012 foi um ano de grandes investimentos estrangeiros em Piracicaba, poucas vezes vistos na história”, ressaltou. As importações de robôs industriais, por exemplo, saltaram de US$ 3,5 milhões no acumulado de 2011 para US$ 27,2 milhões em 2012, ou seja, um aumento de 7,7 vezes.

Para 2013, são esperadas importações menores e um redirecionamento das exportações para mercados menos tradicionais. Segundo Morini, a crise internacional ainda gera muitas incertezas.

“O fato é que as importações perderão força em 2013, tendo em vista os investimentos já realizados pela Hyundai, em operação no município desde setembro”, afirmou Morini, que acredita em um crescimento das exportações locais apoiado nos países emergentes.

Fonte: Jornal de Piracicaba

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: