Skip to main content

Ruas contam com imóveis de até R$ 4 mi

13-11-2014 NP_Classificados Imeis 001 a 007 - Pag¥(1 a 7¥)1

As ruas mais caras de Piracicaba têm em comum s presença dominante de imóveis residenciais, construídos em terrenos de 360 a 700 metros quadrados avaliados entre R$ 700mil e R$ 4 milhões. Para locação, esses imóveis custam entre R$ 3.000 e R$ 12.000 mil por mês. É o que aponta levantamento realizado por Angelo Frias Neto, diretor do Secovi Regional, a pedido do Jornal de Piracicaba.

Segundo ele, essas vias estão localizadas nos bairros Terras do Engenho, São Dimas, Jardim Europa, Nova Piracicaba e na região do Clube de Campo.

“Esses imóveis custam mais caro devido a boa localização, tamanho do terreno e o projeto das casas, sempre feito por um arquiteto”, disse.

Frias Neto explica que as ruas onde existem grande concentração de imóveis com esse perfil tornam-se mais caras. O primeiro exemplo é a rua Dona Lídia, no bairro Terras do Engenho, que tem imóveis antigos que datam do final da década de 70. “Outra rua é o professor Joaquim do Marco, também no Terras”, informou.

No bairro São Dimas, a rua Dr. Alvim entre a José Ferraz de Camargo e a avenida Carlos Botelho, também concentra grande número de imóveis caros.

Avenida Duque de Caxias, no Jardim Europa, e no bairro Nova Piracicaba, entre a avenida Césari Dedini e a rua dos Maçons, têm mais imóveis valorizados. “Muitas dessas residências passam de pai para filho e ficam com família durante gerações”, explicou Frias Neto.

Outra rua que possui casas grandes datadas da década de 60 é a João Sampaio, na região do Clube de Campo. Ainda segundo o diretor do Secovi, o perfil de moradores desses imóveis é de casais com filhos, com renda elevada. “Geralmente são pessoas que não querem condomínio, porque buscam privacidade”, relatou.

Os proprietários desses imóveis mantêm as casas conservadas ou inteiramente reformadas. Também investem pesado em segurança – por não estarem em condomínios fechados – e não têm dificuldade para venda ou locação. “Para construir, é claro que as pessoas querem os condomínios. Mas se o objetivo é uma casa de alto padrão fora de condomínio, o lugar certo são essas ruas. Como a oferta é pouca, quem tiver atrás de uma casa para venda ou locação vai direto nas ruas mais caras”, afirmou Frias Neto.

COMÉRCIO – O entorno das ruas consideradas mais caras também possui comércios mais requintados, ainda de acordo com Frias Neto. “O comércio vai atender o perfil de morador desses imóveis. Na rua Dona Eugênia e na avenida Torquato Leitão (ambas no São Dimas), têm aqueles ‘malls’, por exemplo.”

Terras do Engenho, Jardim Europa, Nova Piracicaba e região do Clube de Campo concentram somente imóveis residenciais, enquanto o São Dimas se destaca pela variação de imóveis que vão de casas a comércios.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: