Skip to main content

Congresso imobiliário

Piracicaba esteve representada por Angelo Frias Neto, diretor do Secovi-SP

Angelo Frias Neto integrou a comitiva brasileira que participou do evento junto com 800 líderes do setor

As principais diretrizes mundiais do setor imobiliário para 2012 foram discutidas no 63º Congresso Mundial da Fiabci (Federação Internacional das Profissões Imobiliárias), realizado em São Petersburgo, na Rússia. O piracicabano Angelo Frias Neto, diretor presidente da Frias Neto Consultoria de Imóveis, integrou a comitiva brasileira, que participou do evento junto com 800 líderes do setor de todos os 65 países que integram a federação. Frias Neto, que é diretor do Secovi São Paulo (Sindicato da Habitação), diz que os debates giraram em torno de um tema central, a Preservação do Patrimônio Cultural na Metrópole Moderna, com diversas variáveis.

“Um dos momentos de maior relevância do congresso ocorreu a partir da análise apresentada pelo economista e presidente do Instituto para a Liberdade e Democracia (ILD), o peruano Hernando de Soto, para quem a falta de direitos formais de propriedade é a causa da pobreza em muitos países”, relata Frias Neto.

O empresário piracicabano reproduz a tese do economista, que entende que muitos países só serão desenvolvidos e bem sucedidos quando a população tiver condições mínimas de moradia e a segurança jurídica fizer parte do setor.

“O que ele fala é de um conceito ampliado de resgate da cidadania, de mudança da condição dos que estão marginalizados, com reflexos importantes para a economia dos locais onde está esse contingente”, diz.

Nesse sentido, Frias Neto cita a importância da documentação de propriedade, instrumento necessário para o bom funcionamento do mercado imobiliário e que poderia evitarconflitos por territórios.

CENTROS URBANOS

Além da influência do direito de propriedade no sucesso econômico dos países, os líderes reunidos ouviram recomendações sobre a importância da revitalização dos centros urbanos, com propostas para a recuperação inteligente de imóveis antigos como solução para expansão de metrópoles.

A revitalização e o maior adensamento dos centros urbanos colaboram para o crescimento sustentável de um país, já que evitam o avanço de construções para a periferia e a perda de áreas verdes. “Nesse quesito, o exemplo de São Petesburgo, onde os conceitos de preservação estão bem desenvolvidos, foi apontado como fonte de inspiração para cidades brasileiras, como uma forma de criar boas condições de moradia e trabalho onde já existe infraestrutura instalada”, diz Frias Neto.

O presidente da Fiabci Brasil, Basílio Jafet, também presente ao encontro, fala da importância do evento anual, que oferece a oportunidade para que profissionais ligados ao ramo imobiliário conheçam, discutam e busquem soluções conjuntas para o setor em nível mundial, e citou a visibilidade que o Brasil tem ganho na condição de mercado atrativo para investidores, outro tema da pauta do encontro.

Também foram debatidas as tendências globais no mercado imobiliário e as ferramentas tecnológicas para desenvolver a competitividade das empresas imobiliárias. Ao final do encontro, foram realizadas visitas técnicas na Rússia Polônia e Croácia.

Fonte: Gazeta de Piracicaba

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: