Skip to main content

Encontro discute panorama imobiliário de Piracicaba

tribuna 2 maio

Discutir o mercado imobiliário de Piracicaba é o tema que o Sindicato da Habitação (Secovi-SP) propôs para encontro com corretores de imóveis da cidade e região na próxima quinta-feira, 7 de maio, a partir das 21 horas no auditório da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (Acipi), como explica Angelo Frias Neto, o presidente entidade e conselheiro do Secovi na regional de Campinas. “É um momento importante para o setor que vem crescendo a cada mês, mesmo com a economia em retração”, lembrou.

Na oportunidade, será apresentado à imprensa, pelo vice-presidente do Interior do Secovi-SP, Flavio Amary, o segundo “Estudo do Mercado Imobiliário de Piracicaba e as perspectivas do setor” com foco no ano de 2015. Como conta Angelo Frias, este estudo será importante para que os mais de 2.000 corretores da região, sendo 1.200 deles atuantes na cidade, focarem atuações para garantir a prosperidade no setor. “Com este panorama, por exemplo, pode-se traçar estratégia de criação de novos residenciais ou plano executivo para empreendimentos maiores”, lembrou.

Além disso, no encontro, que deve reunir lideranças e profissionais de diversas áreas da industria imobiliária, será discutida ações que contribuam para minimizar o déficit habitacional aliado a urbanização e a sustentabilidade. Na oportunidade, o presidente da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis, a Fenaci, Joaquim Ribeiro, vai abordar a nova lei da corretagem que está em vigor desde janeiro deste ano.

A lei citada pelo representante do Secovi e da Acipi é a nº 13.097/2015 que dá nova redação a antiga lei nº 6.530/1978 e, entre outras atribuições, determina que, na hora da venda do imóvel, o contrato do corretor tem que estar aprovado pelo sindicato da categoria.

A inscrição deve ser feita antecipadamente pelos telefones (19) 3252.8233 ou 3252.8505 ou pelo e-mail campinas@secovi.com.br.

Foto: Edson Lopes de Campos
*Matéria publicada na Tribuna Piracicabana, dia 02 de maio de 2015.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: