Skip to main content

Encontro na cidade

Untitled

 

Lei nº 13.097, aprovada em janeiro deste ano pela presidente Dilma Rousseff (PT), e o mercado imobiliário piracicabano estão entre os temas que serão debatidos durante o Encontro Secovi do Mercado Imobiliário em Piracicaba e região.

A ação é coordenada pelo conselheiro e representante da cidade na regional do órgão, Angelo Frias Neto, e ocorre quinta-feira, 7, a partir das 19h, no auditório da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba).

Na ocasião, o presidente da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis (Fenaci), Joaquim Ribeiro, apresenta a palestra As novas relações entre imobiliária e corretores após a lei do corretor associado. Já o vice-presidente do interior e diretor regional do Secovi em Sorocaba, Flavio Amary, fala sobre o resultado da segunda edição do estudo do mercado imobiliário de Piracicaba.

O advogado Euclydes Mendonça é o debatedor do encontro. O evento reúne liderança e profissionais das diversas áreas da indústria imobiliária e visa promover a troca de informações, além de estimular os debates acerca da solução do déficit habitacional, do desenvolvimento urbano, da sustentabilidade, da boa gestão condominial e da melhoria da qualidade de vida, explica o coordenador da ação, Angelo Frias Neto.

Ainda segundo Frias Neto, o evento ocorre duas vezes ao ano. “Na ocasião vamos apresentar o segundo estudo do mercado imobiliário de Piracicaba. Dados que serão levados à imprensa no mesmo dia”, revela. “Durante o encontro vamos abordar questões legislativas importantes para profissionais de todo o Brasil”, acrescenta.

Hoje, em Piracicaba, são 1.200 corretores. Na região são mais de dois mil profissionais. Com entrada gratuita, é necessário confirmar presença com Carolina Sartori pelos telefones (19) 3252.8233 ou 3252.8505 ou ainda pelo e-mail campinas@secovi.com.br. O auditório da Acipi tem capacidade para receber 200 pessoas.

Texto: Juliana Franco
Foto: Cristiano Diehl Neto
*Matéria publicada na Gazeta de Piracicaba, dia 05 de maio de 2015.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: