Skip to main content

Mirante Shopping entrega Pequena Central Hidrelétrica

JPA060515-010P.indd

 

A GMR Gradual Malls and Realty, responsável pela construção no Mirante Shopping, entrega, hoje, as obras que permitem à PCH (Pequena Central Hidrelétrica) Mirante voltar ao funcionamento e gerar energia elétrica limpa e renovável. A central, localizada na antiga Fábrica Boyes, tem capacidade de geração de 1.125 megawatt-hora de energia e comporá o abastecimento do novo centro de compras de Piracicaba. Os investimentos giram em torno de R$ 6 milhões.

A entrega das obras cumpre o objetivo da empresa de recuperar e devolver aos piracicabanos um patrimônio de grande valor histórico. O grupo de investidores locais já havia iniciado, tempos atrás, os procedimentos burocráticos junto à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), bem como a limpeza do espaço. No ano passado, a GMR assumiu as obras, que serão entregues hoje.

Conforme registros do Ipplap (Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba), a inicialmente denominada Fábrica de Tecidos Santa Francisca foi a segunda grande indústria da cidade, fundada em 1873 por Luiz de Queiroz e movida pela força hidráulica do rio Piracicaba. Os registros dão conta ainda de que a PCH Mirante, que agora volta a funcionar, é a segunda hidrelétrica instalada no Brasil. Para tanto, Queiroz trouxe para a cidade técnicos especializados da Bélgica e importou maquinário da Inglaterra.

Ao longo dos anos, a fábrica de tecidos foi mudando de mãos até ser adquirida, em 1927, pela Cia Indústria e Agrícola Boyes, como foi denominada até o encerramento de suas atividades.

MIRANTE SHOPPING – Anunciado em fevereiro deste ano, o Mirante Shopping, complexo que também contará com um hotel, terá investimentos de R$ 360 milhões e será edificado na área em que funcionava a antiga fábrica de tecidos Boyes. A inauguração está prevista para outubro de 2017.

Serão 42 mil m² de área cosntruída, dos quais 28,2 mil m² ocupados por área de vendas. Serão seis megalojas, sete âncoras, um supermercado, 150 lojas satélites, 16 unidades fast-food, cinco restaurantes, seis salas de cinema, play park e academia, além de um hotel com 210 leitos e 1.300 vagas de estacionamento.

Texto: Redação
*Matéria publicada na Gazeta de Piracicaba, dia 06 de maio de 2015.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: