Skip to main content

Frias Neto no seminário Cidades Inteligentes

A oportunidade de conhecer na prática soluções para as áreas de energia, saneamento, resíduos sólidos e tecnologia, dentro do conceito de “Cidades Inteligentes”, levou gestores públicos, representantes de entidades civis e empresários ao Teatro Erotides de Campos, em Piracicaba, onde acontecem até hoje, 9 de fevereiro, a Mostra e o Seminário Cidades Inteligentes 2017.

O diretor-presidente da Frias Neto Consultoria de Imóveis, Angelo Frias Neto, acompanha o evento na condição de presidente do Conselho Consultivo da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba) e de diretor estadual do Secovi (Sindicato Patronal da Habitação).

Frias Neto destaca a importância de se conhecer serviços e iniciativas inteligentes, que foram desenvolvidas especialmente para atender as demandas das cidades, com inovação, criatividade, baixo custo. Um dos destaques abordados, em sua opinião, foram as PPP (Parcerias Público-Privadas).

Realizado pela Aglomeração Urbana de Piracicaba, o evento foi aberto pelo prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, com a participação de autoridades, como o deputado estadual Roberto Morais e o senador italiano Fausto Longo.

frias-neto-no-seminario-cidades-inteligentes-2

Também contou com a participação do presidente em exercício da Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano), Luiz José Pedretti, que falou sobre o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Aglomeração Urbana de Piracicaba (PDUI-AUP).

Pedretti também apresentou o SIM|Emplasa, (Sistema de Informações Metropolitanas), uma plataforma que permite a gestão integrada de dados geoespaciais dos municípios e do Estado.

Entidades como a Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), OAB (Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Instituto Smart City Business América (ISCBA) e órgãos vinculados ao Governo do Estado, como a Investe São Paulo, além de secretários e prefeitos de cidades do Aglomerado de Piracicaba acompanharam o evento.

A Aglomeração Urbana de Piracicaba, integrada por 23 municípios, foi escolhida para sediar o encontro por sua importância como polo regional de desenvolvimento industrial e agrícola, especialmente nos setores sucroalcooleiro e metal-mecânico, alimentação, bens de capital, cerâmica, agroindústria, metalúrgica.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: