Skip to main content

Estudo aponta crescimento nos lançamentos e nas vendas em Campinas

O Estudo do Mercado Imobiliário de Campinas, elaborado pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP em parceria com a Robert Michel Zarif Assessoria Econômica, mostrou que a cidade registrou, entre julho de 2013 e junho de 2016, um total de 9.064 unidades lançadas e 6.432 vendidas, o equivalente a um crescimento de 4,3% e 13%, respectivamente, em relação ao levantamento anterior (8.692 lançamentos e 5.694 vendas). O estudo foi desenvolvido com o objetivo de quantificar e medir o desempenho do mercado de imóveis residenciais novos no município.

angelo-frias-neto-rodrigo-coelho-fuad-cury-flavio-amary

Angelo Frias Neto, Rodrigo Coelho de Souza, Fuad Cury e Flávio Amary

 

A apresentação do estudo aconteceu na noite de 19 de setembro, no Hotel Trip Melia, com a participação de empresários e players do setor, da equipe técnica, diretoria e do presidente do Secovi São Paulo, Flávio Amary, que abriu o encontro em tom otimista, inspirado por um novo movimento de mercado, que sinaliza a retomada gradual da confiança do consumidor. “E nesse momento precisamos ressaltar as boas projeções para as cidades do interior”, disse.

O detalhamento do estudo, feito pelo diretor da Frias Neto Consultoria de Imóveis e presidente da Rede Imobiliária Campinas, Rodrigo Coelho de Souza, mostrou que do total de 9.064 unidades lançadas, destacam-se as de dois dormitórios econômicos e três dormitórios, que juntas responderam por 58% do universo total, com 2.638 unidades cada. Em seguida, vieram os imóveis de dois dormitórios (2.179), um dormitório (1.136), quatro dormitórios (450) e um dormitório econômico (23).

graf1

 

Dos 6.432 imóveis comercializados nos 36 meses analisados, a participação dos segmentos de 3 dormitórios (1.886 unidades) e 2 dormitórios econômicos (1.802 unidades) totalizou 57%. A maior parte dos lançamentos (29%) e das vendas (28%) esteve concentrada entre os imóveis de até R$ 215 mil.

graf2

 

Para o diretor Regional do Secovi em Campinas, Fuad Jorge Cury, os números refletem a realidade do município. “Grande parte dos imóveis lançados e comercializados está dentro da faixa de até R$ 215 mil, que oferece vantagens nos valores e nas opções de financiamento e, consequentemente, facilita o acesso da população à aquisição de casas ou apartamentos”, explica.

Ele também citou o crescimento dos lançamentos e das vendas em Campinas, mesmo num período de dificuldades econômicas no país. “Isso demonstra a importância do mercado imobiliário local e comprova as grandes oportunidades de negócios oferecidas pelo setor na cidade. Quem investir por aqui tem, no futuro, a expectativa de alta valorização”, comenta Fuad.

O diretor-presidente da Frias Neto Consultoria de Imóveis e diretor estadual do Secovi, Angelo Frias Neto, concorda com a avaliação de Fuad e acredita que, pela pujança econômica de Campinas, o mercado regional viverá uma reação rápida, com benefícios para toda a cadeia do setor imobiliário.

Preço médio – A média de preço total no período foi de R$ 532.786,00 (1 dormitório); R$ 159.159,00 (1 dormitório econômico); R$ 420.136,00 (2 dormitórios); R$ 177.712,00 (2 dormitórios econômicos); R$ 587.291,00 (3 dormitórios); e R$ 1.370.882,00 (4 dormitórios). Considerando o preço médio por m², os valores são: R$ 8.903,00 (1 dormitório), R$ 3.757,00 (1 dormitório econômico), R$ 6.790 (2 dormitórios), R$ 3.836,00 (2 dormitórios econômicos), R$ 6.866,00 (3 dormitórios) e R$ 8.284,00 (4 dormitórios).

Oferta final – Descontando o total de unidades vendidas (6.432) do montante lançado no período de 36 meses (9.064), a oferta final em Campinas é de 2.632 imóveis, resultando em queda de 12% em relação ao nível de estoque do levantamento anterior (2.998 imóveis). Do universo atual, 836 unidades são de 2 dormitórios econômicos, 752 unidades de 3 dormitórios, 650 unidades de 2 dormitórios, 268 unidades de 1 dormitório, 115 de unidades de 4 dormitórios e 11 unidades de 1 dormitório econômico.

VGV – O Valor Global de Vendas (VGV) de imóveis residenciais no período de julho de 2013 a junho de 2016 totalizou R$ 2,849 bilhões. O destaque ficou por conta dos imóveis de 3 dormitórios, que responderam por R$ 1,078 bilhão do total, seguidos por unidades de 2 dormitórios (R$ 640 milhões), 4 dormitórios (R$ 428 milhões), 1 dormitório (R$ 385 milhões), 2 dormitórios econômicos (R$ 317 milhões) e 1 dormitório econômico (R$ 2 milhões).

Lotes aprovados – Os loteamentos também estão contemplados no estudo, a partir do levantamento do número de projetos aprovados no Graprohab (Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais do Estado de São Paulo) nos últimos anos. Em 2015, foram protocolados 688 projetos de loteamentos no Estado de São Paulo, ante os 697 formalizados no ano anterior. Campinas teve dois projetos aprovados no Graprohab no ano passado, totalizando 7 lotes previstos. Em 2014, foram 6 aprovações na cidade, com 767 lotes programados.

 

(com dados da Assessoria de Comunicação do Secovi SP e da Assessoria de Comunicação do Secovi Campinas)

 

Fotos do evento:

15ruiscaranarifla%e2%95%a0u%cc%88vioamaryrodrigocoelhodesouzalaertetemple

Rui Scaranari, Flavio Amary, Rodrigo Coelho de Souza e Laerte Temple.

14ricardohoferdenisperesfabiopiresalancury

Ricardo Hofer, Denis Peres, Fabio Pires e Alan Cury.

13lucianadimarzioceliaantoniocrestana

Luciana Dimarzio, Celia e Antonio Crestana.

12augustomanarinirafaelsimionato

Augusto Manarini e Rafael Simionato.

11kelmacamargo

Kelma Camargo.

10jose%e2%95%a0u%cc%88vicentebetonacaratoalexbarbalho

José Vicente, Beto Nacarato e Alex Barbalho.

9humbertopimentelfelipepitafidelvianaangelofriasneto

Humberto Pimentel, Felipe Pita,Angelo Frias Neto e Fidel Viana.

8fredericomarcondescesar

Frederico Marcondes Cesar.

7celisaamaralfriaslucianadimarzio

Celisa Amaral Frias e Luciana Dimarzio.

 

 

 

 

5ruiscaranaricelisafriaslaertetemple

Rui Scaranari, Celisa Frias e Laerte Temple.

4carlospetrucci

Carlos Petrucci.

3carlospetrucciangelofriasneto

Carlos Petrucci e Angelo Frias Neto.

2augustomanariniangelofriasnetoalexandrebarrionovo

Augusto Manarini, Angelo Frias Neto e Alexandre Barrionovo.

1arturmaxhe%e2%95%a0u%cc%88lionascimentolucianadimarziovagnersouza

Artur Max, Hélio Nascimento, Luciana Dimarzio e Vagner Souza.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: