Skip to main content

Mercado imobiliário segue em alta e deve crescer, em média, 20% esse ano

Imagem

Projeção de aumento é menor que em 2013, mas especialistas são otimistas e enumeram motivos para bom momento

Por Caroline Ribeiro | Jornal de Piracicaba

Depois de registrar crescimento superior a 30% na comercialização de imóveis em 2013, Piracicaba se prepara para mais um ano positivo. A expectativa é que o mercado imobiliário esse ano atinja crescimento médio de 20%. Apesar de menor em comparação a 2013, esse número representa projeções positivas em relação ao desenvolvimento imobiliário na cidade e, segundo profissionais da área, o crescimento populacional e social, somado à chegada de novos moradores, são apenas alguns dos motivos que prometem manter o setor aquecido.

De acordo com Angelo Frias Neto, diretor regional do Secovi (Sindicato Patronal da Habitação), o crescimento populacional de Piracicaba de 2012 para 2013 — de 2,3% — é maior que o registrado em todo o país, que aumentou 0,90% no mesmo período.

“Este é um fator positivo para o mercado imobiliário, pois aumenta a demanda por imóveis na cidade. O fato de a estimativa apontar crescimento nas vendas menor que o ano passado também é algo positivo, já que mantém a estabilidade do desenvolvimento municipal. De nada adianta crescer demasiadamente se não há controle da situação e nem recursos para atender essa demanda por habitação.”

Segundo Frias Neto, outro dado relevante é que a cidade registrou, no ano passado, 2.683 casamentos formais. Somados aos informais e às necessidades por precariedade e coabitação, a demanda por residências em Piracicaba chegou a 4.200 ao ano, fatos que também contribuem para o crescimento.

“Apesar da percepção generalizada de que a economia nacional está ruim, os fundamentos que cercam o mercado imobiliário continuam firmes e fortes. Pessoas na faixa dos 20 a 35 anos se transformando em proprietários de imóveis, o aumento dos casamentos, o alto índice de emprego e renda, e a ascensão social, são aspectos que geram novas demandas”, explicou.

Para o consultor e diretor da ATO Imobiliária André Luis de Souza Junior, o setor imobiliário é um dos segmentos econômicos de maior importância para o município, que também é considerado um dos principais pólos industriais e sucroalcooleiros do Estado e, nos últimos anos, apontou reflexo positivo em diversas áreas com a instalação de novas empresas.

“O aumento populacional e social, a vinda de trabalhadores e de estudantes de outras cidades, a queda da taxa de desemprego e a elevação de renda —52% da população piracicabana é da classe média — , em muito contribuem para o desenvolvimento do setor”, afirmou.

Dessa mesma concepção compartilha Gustavo Junqueira, sócio-proprietário da Imobiliária Junqueira. Conforme ele, a chegada de grandes empresas e instituições tem contribuído com o perfil imobiliário da cidade. “O desenvolvimento imobiliário de Piracicaba é um reflexo do que acontece na capital e em todo o país, levando em consideração as proporções e particularidades de cada região. O aumento nos preços dos imóveis está se acentuando, a demanda que tínhamos há dez anos já está em grande parte suprida, mas ainda temos margem para crescer, ainda existem nichos pouco explorados. As grandes empresas e instituições que a cidade já tinha, mais as que chegaram recentemente, permitiram que o município se tornasse um ótimo local para se comprar imóvel”, disse.

Junqueira acredita, ainda, que não há risco da “bolha imobiliária” atingir a cidade. “Apesar de muitos rumores sobre tal bolha, o mercado continua aquecido e não corremos esse risco. O crédito imobiliário só aumenta, a inadimplência é baixíssima e as construtoras continuam lançando e vendendo”, destacou.

Segundo Souza Junior, além do fomento empresarial, também é importante destacar o desenvolvimento que atingiu bairros estratégicos. “Podemos observar claramente a ampliação da área urbana com vetores de crescimento como Santa Teresinha, Parque Tecnológico e Taquaral/Água Branca, regiões que atraem empreendedores e moradores.”

De acordo com Joaquim Marth, diretor da Marth Consultoria Imobiliária, o crescimento expressivo da cidade e as grandes oportunidades que ele traz consigo, tanto na geração de empregos como no bem-estar da população, contribuem para que, grande parte das pessoas prefira se mudar para o interior. E é neste cenário que Piracicaba se destaca.

“O desenvolvimento imobiliário da cidade vive seu melhor momento, com crescimento expressivo e oferecendo as mais variadas oportunidades de investimento em imóveis. Este crescimento, nos últimos anos, se dá em função de diversas situações positivas, como a boa administração de nossos governantes, a grande oferta de crédito imobiliário e a vinda de novas empresas, que geraram empregos e atraíram novos moradores”, frisou.

 Jornal de Piracicaba | 29.03.2014

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: