Skip to main content

Mercado de imóveis retomará crescimento no semestre, projeta ABMI

JPA130815-008P.indd

 

Após um primeiro semestre de desempenho mais fraco, o mercado imobiliário deve registrar uma retomada de crescimento nos próximos meses, acredita a ABMI (Associação Brasileira do Mercado Imobiliário). A projeção, feita pelo diretor da entidade, Marcelo Brognolo, leva em conta o déficit habitacional no país e será um dos pontos abordados durante 60º Encontro da ABMI . O evento, sediado pela primeira vez em Piracicaba, começou ontem e termina no sábado, reunindo empresários das principais imobiliárias e incorporadoras de todo o país.

“Estamos ouvindo falar que o mercado está em crise há alguns meses, mas há situações regionais em que houve desempenho diferente. De forma geral, esperamos uma retomada já para o segundo semestre. Estamos torcendo e trabalhando para isso”, disse Brognolo. Segundo ele, há alguns anos o mercado vinha em um ritmo muito acelerado de valorização e de aumento de vendas, como reflexo de diversos investimentos estrangeiros no país e também de uma política habitacional incentivadora, somada à liberação de crédito.

Com a retração econômica, o mercado deixou de crescer no volume intenso dos anos anteriores, porém, a necessidade de moradia não diminui no país. Hoje, estima-se que o déficit habitacional gire em torno de 7 a 8 milhões de unidades e há expectativas ainda de uma demanda reprimida pós-crise. “Isso nos dá a segurança de que vamos voltar a crescer”, afirmou.

O encontro entre os empresários da ABMI ocorre a cada quatro meses na sede de uma das associadas e tem intuito de propiciar a troca de informações sobre mercados, processos e estratégias, além de oferecer atualização sobre temas contemporâneos que envolvam o setor e o momento econômico. Nesta edição, o foco é a inovação em um ambiente competitivo.

“Estamos vivendo uma crise em todas as áreas, essa não é a primeira e vamos ultrapassá-la também. Neste momento em que as empresas precisam se redesenhar, se redefinir, é aí que entra a importância da inovação. As empresas precisam reduzir custos, se reestruturar e estar consistente para a retomada da economia.”

O diretor executivo da ABMI, Pablo Fabian, apontou que o mercado imobiliário evoluiu muito nos últimos anos e que a associação entre as empresas dos setores, propiciando discussões, troca de experiências e informações.

O diretor presidente da Frias Neto Consultoria de Imóveis, Angelo Frias Neto, anfitrião do evento, reforçou a importância deste intercâmbio entre as associadas e a preocupação das companhias com a qualificação das rotinas, práticas e processos. “Integramos um universo de empresários que busca a excelência. Estamos honrados e felizes em receber representantes das maiores imobiliárias do Brasil e certos de que a pauta organizada vai agregar informações importantes”, relatou.

O 60º Encontro da ABMI começou ontem, com reunião de diretores da associação na sede da Frias Neto. A programação de hoje, que inclui palestras e apresentações, é voltada exclusivamente a associados.

Amanhã, as atividades são abertas ao público (mediante a inscrição prévia) e ocorrem na Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba). A abertura do evento com autoridades está prevista para as 9h, seguida por uma palestra sobre desenvolvimento urbano com Cláudio Bernardes, presidente do Secovi-SP (Sindicato da Habitação). À noite, uma palestra motivacional com Guilherme Machado aborda a inovação em ambiente competitivo, encerrando a programação. O evento termina no sábado com passeio de confraternização entre empresários.

Texto: Danielle Gaioto
Foto: Isabela Borghese/SP
*Matéria publicada no Jornal de Piracicaba, dia 13 de agosto de 2015.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: