Skip to main content

Congresso discute papel do corretor no desenvolvimento urbano

ImagemEvento aconteceu em Maceió e contou com a participação de mais de mil profissionais de todo o país

O papel do corretor de imóveis no processo de desenvolvimento urbano e a relação entre esse profissional e as empresas imobiliárias, incorporadoras e construtoras, foram temas centrais debatidos durante o 25º Conaci (Congresso Nacional de Corretores de Imóveis), realizado em Maceió, com a participação de mais de 1.000 profissionais de todo o país. Ao final de evento, uma carta de intenções definiu diretrizes para a categoria em âmbito nacional, com destaque para a aprovação de moção pela exclusividade no anúncio do imóvel.

Diretor-presidente da Frias Neto Consultoria de Imóveis e diretor-regional do Secovi (Sindicato Patronal da Habitação), Angelo Frias Neto participou do evento e destacou a grande oportunidade que os profissionais tiveram de discutir os principais problemas que atingem a categoria.

“O Conaci reuniu, entre palestras, conferências e cursos, 26 experts nos mais variados assuntos, com foco para o mercado imobiliário e atividade do corretor de imóveis. Tratou-se desde a relação dos corretores de imóveis com as empresas, o panorama e as expectativas do mercado imobiliário, modelos sustentáveis de desenvolvimento urbano, motivação, até ferramentas do mundo da internet que podem ajudar os profissionais do setor a incrementar seus negócios”,relatou.

Angelo também destaca o caráter da Carta de Maceió, que acolheu propostas tanto de elevação e aprimoramento profissional quanto de atuação política dos sindicatos e da federação, no sentido de acompanhar e propor, em todas as esferas de poder, causas que tragam benefícios ao corretor imobiliário.

“Uma das discussões mais relevantes esteve relacionada ao corretor associado, ao desamparo dos profissionais em relação à Previdência Social, à excessiva carga tributária que pesa sobre a categoria e possíveis saídas para reduzir esse ônus. Um grande avanço, nesse sentido, é a inclusão do corretor de imóveis no Simples Nacional” disse.

O futuro das cidades e o papel do corretor de imóveis no processo de desenvolvimento urbano também foram abordados no evento, de nível internacional, com a presença de representantes da Fiabci (Federação Internacional das Profissões Imobiliárias), Icrea (Consórcio Internacional de Profissões Imobiliárias)e RICS (Royal Institution of Chartered Surveyors).

Outro destaque do encontro foi o espaço especial para as corretoras de imóveis, que hoje já são cerca de 40% da categoria, ou seja, aproximadamente 300 mil profissionais em todo o país. O 4º Fórum da Mulher Corretora de Imóveis reuniu palestras de alto nível e discutiu a ampliação da participação das mulheres nas ações e na direção da Fenaci.

O Conaci é um evento realizado a cada dois anos pela Fenaci (Federação Nacional dos Corretores de Imóveis), entidade que engloba os sindicatos estaduais de corretores de imóveis. Em SãoPaulo, a categoria é representada pelo Sciesp (Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo.

Jornal de Piracicaba | 12.06.2014

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: