Skip to main content

Candidatos na Acipi

Entidade comercial entregou propostas de ações para Dilmo, Felício e Ferrato

O presidente da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), Angelo Frias Neto, recebeu, acompanhado da diretoria da entidade, três dos candidatos a prefeito de Piracicaba: Dilmo dos Santos (PV), Roberto Felício (PT) e Gabriel Ferrato (PSDB). O encontro foi realizado de forma individual com cada candidato, na sede da entidade.

Durante o encontro, a diretoria e o conselho da Acipi apresentaram propostas aos três candidatos. O objetivo foi colocar sugestões que possam contribuir com o desenvolvimento sustentável da cidade, a geração de emprego e renda para o município. No documento entregue aos três prefeituráveis, 11 propostas foram destacadas.

Em breve, a entidade comercial encaminhará outras sugestões aos candidatos.

O primeiro item diz respeito à segurança na cidade, com a promoção do planejamento estratégico, usando tecnologia e inteligência com o objetivo de melhoria e avanço contínuo na implantação de ações integradas, com ênfase nas atividades do comércio, indústria e serviços. “É uma área que preocupa”, diz Frias.

A lista de sugestões destaca, ainda, a continuidade da revitalização das áreas comerciais do centro, com ampliação para os bairros; a instalação do escritório da Jucesp (atualmente há apenas o posto), que prescinde do apoio do Poder Executivo; a manutenção e ampliação do estacionamento rotativo eletrônico, com a criação de bolsões de estacionamento para carros e motos em pontos estratégicos.

O documento também destaca a necessidade de permanência da fiscalização de ambulantes irregulares nas áreas comerciais, entradas e saídas da cidade pela secretaria competente, com manutenção da Guarda Civil, no trabalho de fiscalização 24 horas; melhorias no Distrito Industrial Unileste, além de outras regiões da cidade; ISS – 5%, com estudo da ampliação da redução da alíquota para evitar evasão; fortalecimento do Ipplap (Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba); políticas de mobilidade urbana envolvendo modelos de transporte sustentáveis; transferência da Rodoviária Intermunicipal da área central; e controle social de pedintes, com ampla divulgação dos programas disponíveis da rede. (Felipe Rodrigues)

Exposição de ações previstas

O primeiro candidato recebido na Acipi foi Dilmo dos Santos (PV). O prefeiturável destacou a trajetória de trabalho dele e elencou a preocupação constante em discutir, com a sociedade, o futuro da cidade. “Quero fazer um governo compartilhado”. Ele destaca a existência de carências na educação, na saúde, com a necessidade de abrir mais oportunidades às pessoas. Entre algumas das ações destacadas pelo candidato, está o investimento na segurança, com um Centro de Inteligência mais aprimorado, além da divisão da cidade em oito subprefeituras, para facilitar a gestão das demandas locais. O segundo candidato que conversou com os dirigentes da Acipi foi Roberto Felício (PT). O petista destacou que, para a legenda, não há contradição entre o social e o desenvolvimento. “Meu projeto de governo conta com ampla participação dos mais diversos setores da sociedade”, observa. Na área da segurança, ele pretende implantar medidas como aumento do efetivo da Guarda Civil. O fortalecimento do Ipplap é encarado como essencial para o crescimento de Piracicaba. “Como prefeito, serei interlocutor importante da presidente Dilma com a cidade”. O último candidato que ouviu as propostas da Acipi foi Gabriel Ferrato (PSDB). O tucano destacou algumas das ideias que nortearão seu governo. “Uma condição fundamental para o que o ser humano se desenvolva e que ele tenha um emprego”. O Poder Público deve ser um fomentador de investimentos, ao mesmo tempo que prepara as pessoas para o mercado de trabalho. Ele abordou realizações dos últimos oito anos, principalmente na área educacional. “Vamos terminar o ano com 80 creches construídas. Quando começamos, eram 39”. Entre as ações propostas pela Acipi, Ferrato destaca que na área de segurança vai trabalhar para aumentar o efetivo de guardas civis. No fortalecimento do Ipplap, ele entende que a cidade precisa de especialistas em Engenharia de Tráfego. “A cidade está ficando muito complexa e isso é uma necessidade cada vez mais atual”. (FR)

 

FONTE: Gazeta de Piracicaba

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: